perguntas urgentes

o principal tópico ou problema que esta questão aborda

o que incomoda

Qual a diferença entre cirurgia de fimose é circuncisão?

Qual a diferença entre circuncisão e cirurgia de fimose?

A circuncisão, também conhecida como postectomia, é a cirurgia realizada para correção da fimose (incapacidade de redução do prepúcio, de modo a possibilitar a exposição da glande de uma forma completa).

Quem não tem fimose pode fazer circuncisão?

Quando há indicação da cirurgia de postectomia? Esse procedimento cirúrgico é recomendável para os homens que apresentam fimose. De fato, em alguns casos, não é necessário a cirurgia, pois o paciente pode tratar a fimose por meio do uso de medicamentos.

O que muda com a circuncisão?

“Ao contrário do que se costuma pensar, a circuncisão traz o risco de complicações médicas e psicológicas. As complicações mais comuns são o sangramento, infecções, estenose do canal (o estreitamento da uretra) e ataques de pânico”, defende a organização.

Quais as desvantagens da circuncisão?

Um dos argumentos contra a circuncisão sem indicação médica é o risco de redução da sensibilidade do pênis. Todavia, apesar da lógica por trás desta teoria, o fato é que, na prática, homens circuncidados não apresentam uma satisfação menor com suas vidas sexuais.

Como fica após a circuncisão?

Nas primeiras horas após a operação, é normal haver uma pequena hemorragia, a qual deverá parar até ao fim desse mesmo dia. Se houver um fluxo de sangue constante ou intenso resultante da circuncisão, a criança deverá premir firmemente no pénis.

Porque não existe mais a circuncisão?

Divergências científicas sobre os riscos e benefícios da retirada do prepúcio fizeram com que a circuncisão deixasse de ser praticada por prevenção em recém-nascidos, exceto nos Estados Unidos, onde a maioria dos homens tem até hoje a glande descoberta.

Quem tem fimose ejacula mais rápido?

A fimose pode causar sintomas em alguns pacientes, entre eles: dor ao urinar, ardência, acúmulo de secreções, inchaço, dor e desconforto durante as relações sexuais e ejaculação precoce. Ao eliminar esta condição, o paciente terá uma melhor higiene local, além de possibilitar uma vida sexual mais satisfatória.

O que acontece se não cortar a fimose?

aumento do risco de infecção urinária; dor nas relações sexuais; maior propensão a ter uma DST, HPV ou câncer de pênis; maior risco de desenvolver uma parafimose, que é quando o prepúcio fica preso e não volta a recobrir a glande.

Como saber se um homem é circuncidado?

Em termos estéticos, a diferença é que o homem circuncidado não terá mais o prepúcio e sua glande ficará sempre exposta, o que dá um visual mais enxuto e delicado ao membro. Algumas pessoas podem ter a impressão que a circuncisão aumenta o tamanho do pênis, o que não é verdade.

Tem problema não ser circuncidado?

Doenças sexualmente transmissíveis

Como o interior do prepúcio pode ser um lugar convidativo para os germes, alguns estudos sugerem que os homens não circuncidados têm uma probabilidade um pouco maior do que os outros homens de contrair uma doença sexualmente transmissível (DST).

É melhor fazer circuncisão?

Apesar de bem-vinda como método preventivo de doenças, a circuncisão é indicada raríssimas vezes por razões médicas. Isso porque a fimose fisiológica, aquela aderência entre a glande e o prepúcio que acomete cerca de 90% dos recém-nascidos, desaparece com o tempo na maioria dos casos.

Quais os riscos da cirurgia de circuncisão?

Os riscos envolvidos na circuncisão vão desde dor até a possibilidade de hemorragia e infecção na região operada.

Qual é a vantagem de fazer circuncisão?

A circuncisão é arma de grande valor no combate à aids. As primeiras evidências surgiram nos anos 1980, quando alguns médicos observaram que a prevalência da infecção pelo HIV, na Ásia e na África, parecia mais baixa, em regiões nas quais os homens eram circuncidados por imposição religiosa.

Por que Deus pediu para fazer a circuncisão?

Na Bíblia, mais precisamente no Velho Testamento, a circuncisão é descrita como um símbolo distintivo do povo de Deus, um mandamento divino. Em Israel, a circuncisão costumava ser realizada no oitavo dia.

O que acontece se deixar a fimose por muito tempo?

Quais problemas a fimose pode causar? A pele que recobre a glande dificulta a higiene correta do pênis e favorece o acúmulo de esmegma –concentração de óleo, sujeira, pele e umidade no órgão sexual. Isso facilita a proliferação de fungos e bactérias, que podem gerar infeções que causam dor, inchaço, mau odor.

O que acontece se não fazer a cirurgia de fimose?

aumento do risco de infecção urinária; dor nas relações sexuais; maior propensão a ter uma DST, HPV ou câncer de pênis; maior risco de desenvolver uma parafimose, que é quando o prepúcio fica preso e não volta a recobrir a glande.

Qual a idade para tirar a fimose?

Em geral, é normal ter algum grau de fimose até os 5 anos de idade. A retração pode acontecer naturalmente muitos anos depois, até na adolescência, mas a partir dos 5 anos recomenda-se ficar de olho junto com o pediatra para decidir sobre o início de algum tratamento.

Tem como retirar a fimose naturalmente?

Durante os momentos de banho, realizar exercícios apropriados na região do prepúcio da criança pode assegurar um tratamento eficaz para 'tirar' a fimose, garantindo que essa condição fisiológica possa desaparecer naturalmente ainda durante os primeiros anos de vida, com o passar do tempo.

Related Posts