perguntas urgentes

o principal tópico ou problema que esta questão aborda

o que incomoda

Qual a diferença do monastério para o mosteiro?

Qual a diferença entre monastério e mosteiro?

Mosteiro, do grego monastérion, de monázo, viver só, é aquele edifício religioso onde vivem os monges ou as monjas, governados por um abade ou uma abadessa. O mosteiro dá-nos a ideia de solidão. Sabemos até que havia mosteiros em que os monges levavam vida contemplativa, e eram construídos fora dos povoados.

O que é um monastério?

Significado de Monastério

substantivo masculino Local específico onde vivem os monges; convento onde moram as pessoas que se exilam e vivem longe do convívio social, geralmente por convicções religiosas; mosteiro. Etimologia (origem da palavra monastério).
Em cacheSemelhantes

Quem fica em monastério?

Mosteiro é uma construção suntuosa, onde vivem em comunidade os membros de ordens religiosas. Mosteiro era o local para onde os monges se retiravam da vida mundana e viviam como eremitas, num regime de flagelações e jejuns prolongados.
Em cacheSemelhantes

Qual é a função de um mosteiro?

Resumo. Os mosteiros foram grandes centros civilizacionais na Idade Média. Sua influência e poder extrapolaram os aspectos puramente religiosos e espirituais. No seu interior, o monge dedicava-se basicamente à oração e ao trabalho (ora et labora), mas também havia espaço para o estudo e a leitura.

Como entrar em um monastério?

Para a entrada no mosteiro é necessário possuir segundo grau completo. Uma vez que se vai esclarecendo o chamado de Deus para a vida monástica cisterciense, o vocacionado é convidado para um período de três meses na vida claustral regular da Comunidade.

Quem são os mosteiros?

Assim que surgiram as primeiras comunidades religiosas, a casa onde viviam em comum vários "solitários" (os monges, do grego monachos, "só", "único", donde monadzein, "viver só") passou a designar-se monasterion, que em latim se chamava monasterium.

Qual é a religião de um monge?

O monge é um indivíduo que abdica dos luxos mundanos para se dedicar a sua religião e à contemplação da vida. Essa categoria de religiosos pode ser encontrada tanto no cristianismo, como no hinduísmo, budismo e no taoísmo.

É possível morar em um mosteiro?

Você já pensou em morar em um mosteiro por um tempo – mesmo sem ser monge? Na Abadia beneditina de Santo Domingo de Silos (Espanha) isso é possível.

Qual a idade máxima para ser monge?

"É mais uma questão espiritual, de silenciar o coração para ter foco na espiritualidade", afirma. O mosteiro tem hoje 43 monges ou noviços, a maior parte deles na faixa entre os 20 e os 30 anos de idade. O candidato a monge tem de estudar cinco anos e meio.

Qual o objetivo dos mosteiros?

Resumo: Os mosteiros foram grandes centros civilizacionais na Idade Média. Sua influência e poder extrapolaram os aspectos puramente religiosos e espirituais. No seu interior, o monge dedicava-se basicamente à oração e ao trabalho (ora et labora), mas também havia espaço para o estudo e a leitura.

O que o monge não pode fazer?

O que um monge não pode fazer? A partir deste momento, o monge se dedicará a uma vida simples, de devoção espiritual, física e filosófica à fé. Além disso, essa figura precisa evitar a prática de qualquer atitude que traga riquezas materiais, luxúria ou conflito com a sua jornada.

É possível ser budista e acreditar em Deus?

Não, budista não acredita em Deus. A religião budista na sua forma clássica não é teísta, ou seja, não possui um Deus. O Budismo é uma religião e filosofia orientais, fundada por Sidarta Gautama, o Buda.

O que comem os monges?

Os alimentos que podem ser ofertados aos monges para a refeição matutina estão em cinco categorias: alimentos básicos (como arroz), sobremesas, alimentos secos ou em conservas, peixes e carnes.

O que é pecado para o budismo?

No Budismo também não existe a noção de pecado original, pois, segundo os budistas, ninguém nasce pecador, mas as pessoas sofrem porque vivem. Então a primeira sensação do viver é o sofrimento e não a felicidade uma vez que, a vida é sofrimento.

Por que os budistas não comem carne?

Como os budistas mahāeāna reconhecem que o consumo de carne é cruel e carece de compaixão, alguns deles são vegetarianos. Alguns bilhetes dos sutra mahāeāna recolhem a Buda elogiando a virtude de evitar a carne. No entanto, o budismo tibetano acha que a prática tántrica faz desnecessário o vegetarianismo.

Por que os monges são carecas?

O costume de raspar a cabeça vem dos tempos de Buda. Assim ele cancelou o sistema de castas dentro da Ordem. Também significa fim da vaidade, nem um cabelo para se preocupar.

Porque os budistas não comem carne?

Muitas pessoas pensam que o Budismo é estritamente vegetariano, porém esta dieta é mais relacionada ao Mahayana. Na escola Theravada o vegetarianismo não é uma regra, mas sim uma recomendação dentro do preceito de evitar o mal, ou seja, causar a morte de um ser senciente (seres que possuem a capacidade de sentir).

Porque budistas não comem alho?

Outras restrições. Por fim, a dieta budista também não consome plantas de aroma forte, como alho, cebola, cebolinha, alho-poró e outras. A razão para isso é que, segundo suas crenças, é possível que essas plantas provoquem o aumento do desejo sexual quando consumidas cozidas ou despertar a raiva quando consumidas cruas

Related Posts